9 de março de 2015

A dieta dos três factores

Eu acho que a minha depressão iminente, ou evidente, se deve a três factores.
Sou portanto uma Uva triprimida, comprimida que estou entre três fontes depressoras.
Menos mau.
Oiço dizer - quando presto atenção às coisas que me dizem - que há por aí pessoas que nem sabem de onde lhes vem a tristeza.

Primeiro
Estou fechada em casa desde as festas do Natal, agarrada ao aquecedor.
E é de tal maneira grave que ainda não acordei da paulada que levei da última fatura da EDP.
You're out of your mind??? 
Bom.
Estive a folhear o calendário e percebi que nem no fim do ano me dignei ir para a rua bater com os tachos; tudo por causa dos meus problemas com o frio. Sou mesmo anormal. Hoje ainda trouxe collants... estão 25° e sinto-me a ferver.
Talvez seja altura de desligar o aquecedor que tenho por baixo da secretária.

Segundo
(Ainda) não tenho um cão daqueles super felizes para me comer as más energias juntamente com a ração diária.
Este tema é recorrente aqui no blog, e desconfio que estou uma chata de primeira, mas a verdade é que ainda não se vislumbra uma decisão favorável para comprar um animal cheio de energia, que me obrigue a sair de casa nem que seja para pagar as contas do veterinário ou apanhar cocós fumegantes nos píncaros do inverno.
Miúda, tu estás a perder o melhor da vida, ouve o que te digo, é o que me diz a minha nova amiga trizófrénica que se pendurou na argola da orelha esquerda, que não furei, por medo de armas que disparam pechisbeque.

Terceiro 
Não mexo o rabo desde os 14 anos, altura em fiquei com as mamas muito grandes para saltar ao cavalo, que aquilo parece que não, mas aleija. 
Lembrei-me há pouco de um amigo que me convidou para fazer uma descida de canoa, a começar ali em Constância e acabar em infinito, e anda lá, dizia-me ele, fazemos um percurso de BTT logo de seguida, que um amigo meu foi pai, e desistiu, e eu, entusiasmada com aquilo, agarrei no telemóvel para lhe ligar e, espera lá!

Da maluqueira que tens na cabeça não te queixas tu, pois não?
E ideias parvas não te faltam pois não? 
Foi então que percebi, porque esta vontade toda de fazer exercícios vários, comprar um cão energético que me obriga a andar ao frio no píncaros do inverno, e ideias do género canoagem e BTT, tudo ao mesmo tempo, deve ser uma coisa só: fome!

Ter fome é uma coisa deprimente.
Acho que acaba hoje esta estúpida dieta.

15 comentários:

  1. A minha total e completa simpatia, Uvinha! Tããããão eu!

    Beijocas. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sofro muito eu... muito.
      Abraço grande Maria!

      Eliminar
  2. Bem, só te digo que hoje me puseste a chorar copiosamente.
    Logo a seguir às gargalhadas. A imagem mental da tua amiga trizofrénica é absolutamente deliciosa. Come-se com açúcar, e que se lixe se engorda!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Copiosamente? Como a chuva inclemente?
      Não era para tanto... carambas!
      Pois eu estou doente da cabeça.
      Depressão pós-diet. E tenho uma fome negra, mas tão negra, que se me cruzase agora com o Mário Soares, arrancava-lhe um bochecha à dentada.

      Eliminar
  3. Olha, eu sou um bocado «fuck the diet», é natural o corpo humano engordar e eu não vou ser anti-natura. Tenho uma amiga minha que só come salada porque se comer outra coisa fica com o corpo que é o DELA, mas do qual ela não gosta. Assim tem de viver com um corpo falso passando fome. Pois, not me. Temos pena, mas sou como sou. A sério, que ditadura insuportável, temos todas de passar fome, ser magras e altas. Não, não, chega! Ainda outro dia escrevi esse desabafo lá no blogue. (http://anamodernfamily.blogspot.pt/2015/02/o-direito-ao-meu-chocolate.html). Quanto ao desporto, faço, sim, mas só mesmo por causa das endorfinas. Que à cabeça faz bem, sim. Mas nada de ginásios, credo, isso serviria para alimentar mais a obsessão corporal. NoT! Não tens aí um sítio ao pé de casa aprazével, para correr? Começar aos pouquinhos, uma vez por semana... faz maravilhas. à cabeça! à qualidade de sono. Ao cansaço dos BONS! E não é preciso cão :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sou doente!
      Como fui ginasta muitos anos fiquei com esse trauma das gorduras. Não podíamos engordar.
      Agora acho que sou sempre gorda e não vejo maneira disto me passar.
      Tenho 1.74 e peso entre 57 - 59 (60 no Natal) e acho que sou um barril com pernas.
      Sou doente da cabeça... completamente doente.
      Correr é uma hipótese, mas correr daqui para fora, tipo ... Brasil?
      Hehehehehehe

      Eliminar
    2. Pois, és alta e com peso mais que adequado. Esquece lá isso das dietas!!! Be happy!

      Eliminar
  4. BTT é excelente, mas com prudência, especialmente na loucura da descida.
    Constância é muito agradável para canoagem.
    Mas, com dieta basta 5 caminhadas semanais de 1 hora.
    Abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Falta-me a bina pah. Mas sim tenho de pensar mesmo nisso de ser uma atleta...

      Eliminar
  5. eheheheh ó Uva, que se lixe a dieta, tu levanta-me masé essa peida, compra o raio do cão eléctrico, vai a Constância descer o rio de canoa, é maravilhoso, digo-te eu que já fiz várias vezes, faz Btt e umas caminhadas. Uva, tu apanha-me ar nessa tola e mexe-me essas pernocas mulher, tu lá precisas de dieta com esse peso e essa altura? Go Uva, go! Olha, vai de férias que vens nova :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Melhor conselho ever....férias.
      Até chorei...

      Eliminar
  6. Eu avisei...
    E depois de ver num comentário as tuas medidas, ainda me apetece mais dar-te um sopapo.
    Tá maluca a mulher!!!
    Não vou partilhar as minhas medidas mas devia, só para que pudesses comprar e depois perceberes como estás óptima!!!
    (Agora... Je suis Detox. Porque eu falo assim mas quem nasceu a fazer dieta nunca mais sai delas).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um sopapo é coisa fina tás a ouvir?
      Assim sendo podes!
      ;)

      (mas o teu homem é chef... tens desculpa)
      (e eu sou doente)

      Eliminar
    2. Tenho desculpa?
      Ainda tenho é menos desculpa!
      É que ele é um lingrinhas. Eu nem tenho a desculpa de dizer que estou assim por comer o que ele cozinha (até porque ele não cozinha tabletes de chocolate nem pastéis de nata depois do almoço :) )

      Eliminar
    3. Confio sempre num chef lingrinhas.
      Nem sei bem porquê.

      (eu não como tabletes de chocolate e nem pastéis de nata e sou gorda às vezes)

      Eliminar