21 de março de 2015

O dia do pensamento



Se esta velha pedra ouvisse 
O que rimos aos vint'anos,
Ais d'Amor, sonhos, enganos...
- Talvez a rir se partisse.

Mas se tivesse olhos e olhasse
Os espectros que hoje somos,
Tão diferentes do que fomos...
- Talvez a chorar se quebrasse.



Hoje, no dia internacional da poesia, da diversidade do diálogo, da livre criação de ideias, do poder da linguagem e das habilidades criativas de cada um, celebro a minha paixão pelo pensamento escrito, e o poder de estarmos juntos, pelas palavras.
Não há pensamento sem palavra, e nem palavra sem língua. 
A língua é a minha casa. 
Bem vindos.

Uva Passa (emocionada).

12 comentários:

  1. Respostas
    1. Bom dia, que hoje já não é o dia, mas ainda é dia.

      Eliminar
  2. Muito bonito, Uva. O pensamento escrito a unir-nos. Isso mesmo.
    Bom fim de semana. :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia Susanita. Sim, é isso mesmo. Já dizia o poeta, 'a minha casa é a minha língua'.

      Eliminar
  3. Cá estamos então Uva, juntas pelas palavras, pela paixão pelo pensamento escrito e pela diversidade do diálogo.
    Obrigada por me abrires as portas desta tua casa e me deixares soltar a língua.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Juntas Sim, pelas palavras e pelos espelhos de nós, de mim e de ti, que elas plasmam.
      Sou eu, humilde, que te agradeço.

      Eliminar
  4. Quem dera dar-te razão
    mas há quem pense e não diga
    não que tenha perdido a língua
    mas por medo e contenção

    vale-nos este espaço, onde me atrevo
    e escrevo

    ResponderEliminar