5 de março de 2015

O tempo não volta, o que volta é a vontade de voltar no tempo.

É a frase supra, a que escolho e a que mais me apraz dizer, sobre a atuação de hoje, no Festival da Canção e 50 anos depois do 'Sol de Inverno', da nossa Simone.

Parabéns miúda!
É preciso ser-se muito corajoso e um ser humano já livre e liberto, para aguentar durante os próximos dias, tudo o que muitos dirão desta tua participação.
És grande.

9 comentários:

  1. ninguém resiste ao apelo da ribalta... e a idade não conta. o zé cid e o calvário
    andarão por ai até caírem para o lado
    acho que se vai enganar sobre o que se vai dizer, pode crer
    é que na miséria apresentada, ela ainda se safa
    (mesmo que não se safe)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Penso que a Simone não sente já o apelo da ribalta.
      Acho mesmo que é uma elegância que ela faz à 'ribalta' em aparecer. No caso ganha mais a ribalta com ela, do que ela com a ribalta.

      Eliminar
    2. Já pisou um palco?
      Já deu alguma entrevista?
      Foi personagem em novela?
      Já foi capa de revista?
      Não se passa por tudo isso e depois se larga
      como se fosse nada!

      Eliminar
  2. A Simone é enorme, tenho uma admiração por essa Senhora. Acho que qualquer momento em que ela participa, torna-se um momento de classe, sublime, é inevitável. Uva, mais uma das coisas que admiro na Simone, é o facto dela sempre se ter estado nas tintas para o que dizem dela, faz o que bem entende e pronto.

    (Também enorme e também não pelo tamanho, mas de bom e verdadeiro, é aquele teu post "vimos uns dos outros, mas nem sempre regressamos", na altura, quando li, não estava virada para a tagarelice, digo-te agora).

    Abraço, Uva que diz que é passa e nós a vermos que não.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo Clau. Não sei se tiveste oportunidade de ver o Alta Definição com ela, mas foi muito bom. Vale a pena ver e está na net.

      Onrigada (mais uma vez) pelo teu carinho aqui na Uva Passa. É uma lisonja ter-te aqui a ti e a todos os que me acompanham.
      Um abraço Clau.

      Eliminar
  3. Quando for grande quero ser uma Mulher como a Simone:)...não sei é se lá chego.
    Digam o que disserem, venha quem vier, a dor de cotovelo doi como o carago.

    Já agora não querendo ser macaquinha de imitação, mas sendo, a Cláudia tirou-me as palavras da boca...o post sobre que ela fala é um tema que me deixa um emaranhado de coisas aqui na garganta e não me deixa falar. Mas gostei muito, muuito, muito MESMO:) Bom dia Uva:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia Suri, e obrigadinha, que és muito querida.

      Eliminar