14 de abril de 2015

A Uva também passou pelo lago salgado do Tanganica...


Mas, contra todas as expetativas, e com o seu olho treinado, por muitos e muitos anos a meter o dedo, lá, nos buraquinhos do lodaçal, não encontrou senão amêijoas à bulhão pato.
E papou-as.

6 comentários:

  1. E que te tenham feito bom proveito, que agora fiquei aguada. :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E vinham com saladinha de polvo. Nham nham.

      Eliminar
  2. Já estão boas? Ainda estamos em Abril... Por estas alturas só ali para Belém as encontro como deve ser.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Belíssimas. Ainda não estão obesas, mas estavam deliciosas. Na minha Lagoa já se apanham e boas.

      Eliminar
  3. :)))))
    então nada de peixinhos vermelhos nem flamingos?!
    ups, sinto ao longe o som da trovoada, que nos avisa da proximidade da tempestade...

    (a doce Mequinhas? esta a adaptar-se bem? já começou a morder os pés dos donos às cinco da madrugada?)

    Poças Uva! Apareço às 2 da manhã, vejo a foto do Bulhão pato e irei já ao frigorífico procurar dois gelados magnum, alguns amendoins e um copinho de aguardente para ver se durmo.
    Abraço cara U.. Amanhã só passo antes do almoço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não vi ninguém vestido de cor de rosa se é isso que me perguntas. Cervejaria pacata, os peixinhos balão caladinhos e quietinhos, tudo na paz da Santa Senhora.

      Ontem fui deitar-me parecia um abade. Estas porcarias à noite é que engordam.

      Eliminar