21 de maio de 2015

Zangam-se as comadres, descobrem-se as verdades

"O que vi,  num local bastante apinhado, foi uma gaveta muito mal fechada abrir-se repentinamente em frente a toda a gente."


Uma das coisas que o meu avô me dizia ao ouvido sempre que me abraçava nas despedidas, era que me portasse mal, mas com classe.
Esta frase, muito marota, dita por um avô com muitos anos e muita manha, deixava-me uma grande responsabilidade nos ombros.
Podia então portar-me mal, à minha vontade, fazer as minhas inúmeras traquinices com a bênção do meu avô, que ao mesmo tempo me pendurava dois beijos nas bochechas e uma variável nova na cabeça. A classe.
Na altura estava-me um bocado nas tintas para a classe.  
Fazia parte de um grupo onde a identidade era toda mau comportamento, má linguagem, maus vícios, e onde o termo classe pouco ou nada se elevava, sendo mesmo remetido para a gaveta das coisas foleiras dos adultos, e fechada a sete chaves.
Mas as gavetas são armadilhas que se abrem dos dois lados. 
Pensamos que as fechamos muito bem de um lado, trec trec trec, três voltas à chave, para logo a seguir se encontrarem totalmente escancaradas do outro e trec trec trec três voltas à cabeça.
E as gavetas, meus amigos, podem abrir-se a qualquer altura, e todos sabemos que dentro das gavetas estão guardadas as coisas boas e as coisas menos boas.
O que vi hoje, ali num local bastante apinhado, foi uma gaveta muito mal fechada abrir-se repentinamente em frente a toda a gente.
Nada de mal poderia ter acontecido se durante a decisão de se portar um bocadinho mal (que às vezes a alma não é de ferro e a indignação é um direito que nos assiste a todos) a dona da gaveta tivesse deixado escapar a classe, mas infelizmente para ela, a gaveta deixou escapar uma indignação sem classe absolutamente nenhuma.
As Mulheres sabem muito bem  o que devem fazer para se portarem mal com classe, mas parece que lhes falta o discernimento, mormente quando têm as gavetas todas desarrumadas - e julgo que o ego é muito culpado disso - ou se encontram rodeadas por outras pessoas que não precisam da classe para nada, especialmente que não precisam da classe virtual para nada, e vão um bocadinho na onda.

Uma Senhora nunca desce do chinelo, mesmo que a vida não lhe tenha proporcionado mais do que uns chinelos, porque uma Senhora porta-se mal, uma Senhora é uma cabra, uma Senhora pode até ser uma verdadeira rameira, mas nunca, por nunca, deve perder a classe, a imagem de Mulher com classe, especialmente se luta por ela há tanto tempo, especialmente se é isso que quer e precisa para a sua vida.

O que vi,  num local bastante apinhado, foi uma gaveta muito mal fechada abrir-se repentinamente em frente a toda a gente.
O que estava lá dentro não se guarda em gavetas.

39 comentários:

  1. A minha avó dizia que "mulher séria não tem ouvidos". Nunca percebi muito bem o que queria dizer com aquilo. Suponho que tivesse a ver com o "ouvido selectivo", há certas coisas que uma senhora simplesmente não ouve, mesmo que lhe estejam a gritar, há que manter a classe. Seria isso?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, seria sem dúvida isso. Pois se uma pessoa for agredida e agride de volta perde a razão não é verdade?
      O mesmo com a classe.
      Não foi nada bonito, nada mesmo.

      Eliminar
  2. Eu olho o blog e a "agressora" como um boneco, não me revejo na maioria das coisas que escreve mas por vezes, fá-lo com muita graça. Acredito que a própria faça o mesmo, que na vida real não seja nada daquilo que aparenta no blog mas isto são ses. O que aconteceu hoje, nem percebi bem, porque se alguém se poderia ter sentido ofendida, seria a CF, porquê a outra?
    Uma vez li algures (num blog que até nem gosto nada!!) que a Desigual era "a marca dos palhaços e dos bimbos, que não deixam de ser bimbos só que agora usam roupa cara". Eu tenho muita roupa da Desigual, peças discretas e bonitas e não fui para lá dizer que palhaça era a p.... que os pariu. Simplesmente porque não me sinto palhaça, muito menos bimba!!
    Se a pessoa "agredida" acusou o toque, ela lá sabe porquê!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Be, ninguém agrediu ninguém. Emitiu-se uma opinião sobre sapatos, até que alguém se tomou de dores e respondeu sem classe nenhuma, pondo em questão a sua própria pessoa e fazendo cair uma máscara que anda a construir com grande esforço e dedicação há muito tempo.
      As opiniões que temos certas coisas e escrevemos nos nosso blogs, são opiniões. Às vezes são diferentes das nossas mas temos de saber calibrar as coisas ou então chegamos a certa altura e andamos aqui todos a bater uns nos outros. Acontece que quem anda nisto a trabalhar e por dinheiro deve ter um cuidado redobrado para não se meter i) onde não é chamado e ii) em metendo-se fazê-lo com classe, sem descer o nível, sem utilizar palavrões que ficam tão mal a uma Senhora.
      Eu digo que a vida é uma filha da puta, mas era incapaz de dizer que a 'gaja' é uma 'rameira'.

      Eliminar
    2. Estamos de acordo nisso da agressão, até coloquei entre aspas, só referi em virtude da tua resposta à Mirone.
      Ele há quem se leve demasiado a sério, talvez seja por dinheiro como dizes, eu acho que não é só isso, é pensarem que atingiram um qualquer estado de endeusamento e se esquecerem que a vida não são sapatos, nem blogs...

      Eliminar
    3. Mas o post do FB da doce n chama quenga a ninguém, escapou-me algo? É nos comentários?
      Estou mm a sérios, acho q estou a apanhar bonés...

      Eliminar
    4. É nos comentários. Uma moça blogueira, moça cheia de pinta até, gira nas horas, fora lá as coisas da publicidade encapotada (a conversa é sempre a mesma) decidiu enxovalhar a Pic, no Face da Pipoca, até à 5ª casa numa linguagem de bradar.

      Eliminar
    5. Ai jasus, q vou ter de fazer log in no facibukas p ver isso...
      Mas com algum medo...

      Eliminar
    6. Completamente de acordo Uva Passa. É o que dá "ganhar as dores dos outros" que vai-se a ver nem são dores assim tão fortes, só parvas.

      Eliminar
    7. E a saga continua no Facebook.
      Agora até têm a fotografia da Picante e tudo. Vão já mandá-la para a PJ e abrir inquérito.
      Mas não seria melhor parar já com aquilo?
      É que as miúdas em causa têm uma marca a defender for God's sake!
      Deixem-se disso.

      Eliminar
  3. Ficou-lhe mal, muito mal. Existem tantas maneiras de se mostrar desagrado, de se dar um chega para lá com classe.... mas aquilo pareceu coisa de miudas, ao género " quem diz é quem é".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Achei de uma brejeirice de todo o tamanho se queres que te diga. A linguagem, credo, aquilo é coisa que se diga ali num blog tão conhecido? Eu na pele da Pipoca nem permitiria aquele tipo de abordagem no meu mural, e na pele da ofendida que ninguém ofendeu (foi lá meter o bedelho, outra coisa feia) julgo que se debitasse aquilo no mural de uma amiga era a vergonha da minha cara.
      Não têm noção. Duas mulheraças daquelas, todas práfrentex, miúdas giras, sucesso profissonal.
      Sabes o que elas precisam? Cada uma de uma agente que lhes lime aquelas arestas de possidonisse que apresentam.

      Eliminar
  4. Eu, avô
    Quando me despeço
    Peço
    "Vai e não te estragues!"

    O sentido está tudo aí, no que li

    ResponderEliminar
  5. Uma gaveta muito mal fechada e toda desarrumada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade.
      Estalou ali um verniz que nem sabia que existia assim em camadas tão finas.
      Usem gelinho. É mais duradoiro.

      Eliminar
  6. O esforço deve ser tanto para manter a personagem que, de vez em quando lá escapa o pé para a tairoca.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O problema é que não fazem esforço algum para evitar este tipo de situação.
      Aquilo foi de uma baixeza atroz. Cham,ou de tudo à rapariga no mural da outra.
      Alguém lhe dica que a Picante tem um e-mail para a senhora destilar, que eu acho que ela ainda não percebeu bem a porcaria que fez.
      E depois aquele pedido formal de desesperada. Para quê? Pelo menos mantinha aquele stand up, não era depois ajoelhar-se tipo Lopetegui.

      Eliminar
    2. ahahaha adoro essa expressão "tairoca", maravilhoso!

      Eliminar
    3. Uva, isso de a Picante ter um mail também é verdade ao contrário: a Pipoca também tem um mail para a Picante poder dizer-lhe directamente que os sapatos da CF lhe dão ar de p..iii, não era preciso fazer um post assim tão exposto e crú, verdade?

      Eliminar
    4. Eu nem vinha aqui comentar que já me cansa a celeuma.
      O que afirma é ridículo e abusivo. No dia em que eu quiser dizer que A ou B tem ar de galdéria, faço-o. Ou faria se fosse suficientemente mal educada para isso. O post era sobre sapatos. Sapatos que eu acho que dão um péssimo ar a quem os usa. Quer agora ver que quando digo não gostar da Zara ou da Primark estou a mandar indirectas à MD??? Sério?
      Estou cansada de dizer que não me podem imputar as vossas conclusões. E não podem.

      Eliminar
  7. Isto é deliciosos, mas já agora, a sô dona pipoca, nas suas dissertações sobre os Óscares, qd meteu este comentario (acompanhado com foto) "Lorelei Linklater. Não foi fácil sair da gala da Casa dos Segredos directamente para LA, mas conseguiu chegar a tempo. Não deu foi para trocar de roupa.", quis dizer e chamar o q a quem???
    Opá a PIC fez um comentario, for god sake

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para dizer mal dos outros e achincalhar é preciso ter no mínimo 10 000 vistas por dia.
      Caso contrário não podes abrir a boca.
      Acho que dão isso nos cursos de blogs.

      Eliminar
  8. Deve ser por ai deve.
    Alias e p quem já teve este bonito episódio... Tem cá uma moral,
    http://www.dinheirovivo.pt/buzz/interior.aspx?content_id=3756087

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Memória curta.
      É uma grave problema português.

      Eliminar
  9. Não percebi nadinha. Mas acho que foi mais do mesmo. Não foi?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim. É o Hit Multidão. Fazem todas a mesma coisa. As outras fazem também quero.

      Eliminar
    2. Já percebi. Miss Picante em alta. Não lhe dão descanso.

      Eliminar
  10. É fácil perder as estribeiras quando se tem muito sangue na guelra mas... provavelmente a gaveta estava muito cheia e já não cabia mais nada! LOL

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Certo. Abria outra gaveta e metia o que estava a mais lá dentro.
      Agora deixar aquilo rebentar, e cuecas e peúgas mal cheirosas por toda a parte é que não.

      Eliminar
  11. Uva, muitos parabéns por este post, tem muita classe, repito, muita classe.
    (Quanto ao assunto dos sapatos, acho ridículo como é que um post sobre gostos pessoais diferentes sobre um acessório, gere comentários horríveis sobre a Picante no FB da PMD).
    Bom fim-de-semana da

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Thanks!
      Além disso ninguém ofendeu ninguém.

      Eliminar
  12. Achei deveras estranho. Parecia uma panela de pressão com linguagem de arraial. Imaginei até uma cena muito má, depois de uns copos bem bebidos em que se enerva, com veia da testa latejante, depois passa à parte de chorar e lamentar-se muito. Só resta o final em que acabaria aos abraços a dizer que até gostava muito dela. Espero que metam a moça na cama e a deixem dormir muitas horas... Áhh e tirem-lhe os sapatos (ehehehe) para poder estar mais à vontade...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estão já a entrar na twilight zone.
      Completamente.

      Eliminar
  13. A expressão vergonha alheia nunca me fez tanto sentido. Por elas.

    Parecem as crianças do oitavo ano, afinal agora aquilo foi tudo estratégico e mais não sei o quê, apenas estava a ver se aparecia alguém que a conhecesse e me desse informações... Aquela gente tem mesmo que idade? Que ridículo... Tão desempoeiradas, cheias de estilo, mulheres de sucesso profissional... E depois isto.

    A outra vive do blog ora expondo o filho para sacar uns patrocínios ora comentando os outfits de celebridade que vestem roupas que nunca conseguirá vestir a não ser forem dadas. Sem falar que faz outfits que Deus me livre.

    Esta gente pode criticar mesmo o quê?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O post que lhe dediquei ontem, digo-o, dediquei-lho porque acho mesmo que perdeu a classe toda.
      Eu admiro muito as mulheres de sucesso, seja na bloga, seja onde for. Acho que do nada fazer uma marca é algo que não está acessível a muita gente. Ambas se fizeram do nada. Estão a trilhar um caminho que é de aprendizagem. Vão errando aqui, fazendo brilharete ali, ganhando a vida como podem e sabem.
      Os heaters que lhes aparecem pela frente são ossos do ofício. Toda a vida houve gente que odeia os outros, que inveja o sucesso dos outros. Fazem coisas horríveis contra essas pessoas só porque não conseguem ser iguais a elas.
      No caso que agora debatemos, um comentário sobre sapatos, está longe de ser aquilo que por aí vai.
      É que numa altura em que a blogosfera portuguesa (depois de muito penar) tenta assumir-se definitivamente como canal de publicidade de peso (e isso era muito bom para todos) aparecem umas libelinhas muito verdinhas que ainda por cima são as que mais contribuem e mais trabalham para isto acontecer e pimba. Estatelam-se ao comprido, uma agarrada à outra.
      No caso, o que me chocou foi a linguagem brejeira ao nível da Bronx.
      Impensável numa Senhora e impossível para quem se quer estabelecer no mundo da moda e da classe.

      Eliminar
    2. Estranho é sentirem-se ofendidas por serem confundidas com senhoras da vida e depois terem actitudes piores do que elas... enfim.

      Eliminar
  14. Uva, é por concordar inteiramente consigo nessa parte de uma senhora poder fazer qualquer coisa desde que o faça com classe, que acho que a PIcante jamais poderia ter feito aquele post como o fez. Nunca, nunca como o fez, usando aquela linguahgem e dando-lhe o sentido que deu. Podia insinuar, dizer nas entrelinhas, deixar sub-entendido, mas nunca dizer o que disse. Foi ela que perdeu a classe toda e foi ela que acendeu o rastilho para a falta de classe que se seguiu. Era bom que fossemos todas honestas para reconhecermos isso.

    Aliás, ela é a primeira a gabar-se de que nunca afirma/acusa directamente, apenas insinua na base da ironia pelo que não se compreende como é que desta vez lhe sai um post tão ao lado.

    Diga-se de passagem que nos ultimos tempos ela tem estado no epicentro de uma série de escandaleiras da bloga (que foram apanhando lateralmente uma ou outra apoiante, mas ela esteve em todas) e não deve ser por acaso. Ela já foi muito subtil, sim, mas no passado, agora perdeu o pé por completo e tem vindo a afundar-se cada vez mais.

    ResponderEliminar