7 de julho de 2015

As coisas que a Uva descobre inusitadamente #5

Desde que me casei que travo uma luta insana com a minha sogra.
Não é novidade para ninguém.
Secretamente desejo ter a mesma valentia contra os demónios domésticos, os tachos que cegam de brilho, as receitas mais doces, os panados de peixe impecavelmente amarelinhos, e a roupa, ahh a roupa. Sobretudo aquela modesta forma de transformar o sujo em lavado, o amarelado em branco, e a mestria de ter os lençóis, as toalhas de mesa e tudo o que é paninho da loiça, impecavelmente lavado, a cheirar a lavado, e sem uma única nódoa.
A palavra saponária entrou pelo meu casamento a dentro como a prova mais que provada de que eu como mulher-doméstica, como dona-de-casa, como mulher-como-deve-ser, como mulher-prendada, como excelente-rapariga-aquilo-sabe-fazer-tudo-numa-casa, sou uma gigante fraude, um flop dos maiores, uma tragédia grega, que só conseguiu sacar um marido porque tem um belo rabiosque e (dizem) um sorriso muito doce.
Nunca soube, não sei, e acho que nunca saberei utilizar a saponária a meu favor, perdendo em toda a linha a batalha com a minha sogra.
Na verdade os meus panos são muito lindos, mas só até os lavar pela primeira vez.
Na verdade consigo manter as melhores toalhas de mesa intactas até ao Natal, porque depois disso são terrivelmente atacadas por nódoas que nunca sei de onde vieram, porque vieram e o que vieram cá fazer.
A saponária seria um excelente método para acabar com todas elas se eu tivesse tido o caco suficiente para comprar uma casa virada a sul, cheia de sol, e soubesse tratar as roupas de casa como trato o meu ordenado, cheio de nódoas difíceis mas que vai dando para os gastos.
Os problemas não se ficaram pelas nódoas. Na verdade várias camisas do homem padeciam de um mal chamado desodorizante-entranhado-por-anos-e-anos-de-muita-esfregação-na-sovaqueira.
Umas 7 camisas encostadas à box, sobretudo as mais claras, por causa da acumulação de desodorizante em excesso (o que o homem tem medo de cheirar mal, credo!) e que nem a 90º graus e nem com a saponária da minha sogra lá foram, aguardavam no corredor da morte, totalmente sentenciadas.
Mas uma Uva não se rende.
Fui então ao Continente comprar uma merda qualquer para tirar a porcaria das nódoas, até porque em breve teria a visita da minha super-sogra a topar-me as toalhas. 
Super Gel era o que procurava, mas felizmente não havia.
Clarim Gel - Experimente Já! atingiu os meus globos oculares de forma bastante sedutora e zás, é já este que marcha!
E marchou de tal forma, e com tanta competência que ganhou 10-0 à saponária e aos 50 anos de experiência sogrodoméstica.
Limpou tudo! Foram as camisas, foram as nódoas, foi a tinta, o suor, e as lágrimas, o sangue, o tomate, o vinho, as cerejas, o azeite, T-U-D-O! 
É realmente extraordinário. 
Um pivete que não se aguenta a petróleo lá em casa, nem pensar em misturar o tratamento com outra roupa, mas é mesmo tiro e queda. Derrete tudo, literalmente.
Um niquinho na roupa seca, sem deixar secar, vai para a máquina e tau!
10 anos depois de insana batalha, Clarim!
Sem Clarim, o que seria de mim?    

 

47 comentários:

  1. Obrigada Uva, eu uso quase sempre Fairy nas nódoas antes de pôr na máquina mas não resolve algumas coisas já entranhadas, vou experimentar esse.
    A minha sogra era brilhante em tudo o que fazia mas era a pessoa mais doce que já conheci e nunca mediu forças comigo (até porque se tentasse ganharia, eu sou uma nódoa de dona de casa!!), muito pelo contrário. Tenho muitas saudades dela...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Fairy é a tática da minha mãe. Mas é que nem de longe. Este é muito melhor.
      A minha sogra é a rainha das donas de casa.

      Eliminar
  2. E a roupa? Ficamos com a roupa? M. Lopes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ficas com a roupa e sem nódoas! Branco mais branco não há!

      Eliminar
  3. Isso de q falas, a ser verdade, pode revolucionar a minha vida.
    Padeço exactamente do mesmo problema.
    E agora até com o puto, a quantidade de babetes q já deitei fora (o q vale é q compro por atacado, daqueles baratinhos) pq me irritam as nódoas...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu babetes nem sei, mas acho que deitei tudo fora.
      Mas é mesmo bom. Este vale a pena. Experimenta!
      Cheira pessimamente, mas é bom!

      Eliminar
    2. Mas o cheiro n passa depois com outras lavagens?

      Eliminar
    3. Sim, claro, o cheiro passa quando a roupa seca, o pior é o cheiro que fica na cozinha e na máquina, mas passa claro. Mas é forte. Não te assustes.

      Eliminar
  4. Eu uso um que se chama nodeti, tem exatamente o cheiro do petróleo por isso acredito que seja basicamente a mesma coisa

    http://www.rotadasregioes.pt/media/catalog/product/cache/2/image/650x/040ec09b1e35df139433887a97daa66f/n/o/nodet-tira-n_doas-_1_.jpg

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cheira tanto, mas tanto que até a gata fica assim meia maluca. Dá saltos que nem uma cabra. Adora Clarim. Assim que vê aquilo atira-se a mim feita louca. Está agarrada.
      ;))

      Eliminar
  5. Tenho um mqt lá em casa cuja roupa padece do mesmo mal das entranhices de desodorizante.
    Estou mesmo tentada a experimentar para que ele se possa esbracejar à frente da mãe sem que eu tenha um recado por tabela.
    Mas fiquei com uma dúvida: quando dizes que foi a tinta... de pinturas ou da roupa? Obrigada

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. T-U-D-O! Aquela porcaria é mais competente que o Paulo Macedo quando esteve nas Finanças.
      Essa coisa que fica nas camisas, e amarela, e fica rija, e não sai nem à pedrada, metes o produto, sem seres fona, espalhas bem, deixas atuar e sem secar metes na máquina com temperatura.
      Zás!


      Eliminar
    2. :) Se é mais competente que o Paulo Macedo é mesmo MUITO BOM!
      (Ah sogrinha, agora quero ver o que vais comentar!!! :D )

      Eliminar
    3. Depois fui toda contente dizer-lhe que tinha encontrado o produto e tal, que tinha salvo as camisas.
      Ela: Ah eu não preciso disso porque nunca deixo acumular nas camisas do meu marido.............
      Boing!
      Sogra é sogra!
      Hahahaha
      (É assim mas é muito boa rapariga. E bonita.)

      Eliminar
  6. Antigamente, as mulheres quando iam para os tanques lavarem a roupa era clarim (sabão) ou sabão azul e branco que usavam. Esfregavam, esfregavam, a coisa fazia espuma ( saponificação), agarravam a roupa entre as mãos, batiam para a frente e para trás. Ainda hoje me lembro do cheirinho da roupa lavada a corar ao sol. Clarim, hoje em dia, altamente industrializado, veio revolucionar a vida das mulheres de hoje, só que com outro cheiro. O cheiro da industrialização. Se se fechar os olhos, não sabemos muito bem se estamos a por gasóleo no carro ou a atear a chama da lareira.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tal e qual. Este tira nódoas é um cheiro muito terrível. Não cheira nada a roupa lavada. Cheira mesmo mal.

      Eliminar
  7. Cá por casa usa-se outra táctica: esfregar sumo de limão na zona afectada pelas manchas de desodorizante ou roupas brancas amarelecidas, adicionar bicarbonato de sódio. A seguir regar com lixívia para roupas delicadas e água a ferver (quanto mais quente melhor sai).

    Acho que haverá sempre um pouco essa rivalidade com a sogra, não é? Elas parece que sentem que se não formos mais incompetentes do que elas o mundo não vai bem... eu até nem me importo muito com isso, desde que não se intrometa na minha vida sem lhe ser pedido.

    A minha também conseguia por toda a roupa a brilhar (depois percebi que se devia a um produto utilizado na lavandaria do hospital e não à "competência suprema" dela e incompetência minha)... e sempre gostou de criticar um pouco tudo. Por outro lado, também me elogiava os "dotes culinários"... mas nunca me soaram muito verdadeiros :D
    Já me custou mais aceitar uma critica de "está mal passado" ou "prefiro assim"... acho que quando as pessoas começam a ficar com a saúde frágil começamos a querer de volta o mau feitio e a implicância :) Eu queria.

    Agora até lhe "peço" certas coisas (que não a esforcem) só para que ela se sinta útil... pois sei que para ela que sempre adorou trabalhar, sempre adiou a invalidez apesar de ter problemas de saúde há muitos anos e detesta sentir que não vale nada ou não serve para nada (e infelizmente muitas coisas/pessoas a fazem sentir assim).

    D.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bicarbonato de sódio é o produto-maravilha! Mas isto substituiu os 3 que disseste. É como a ração dos animais. Uma porcaria para eles, mas maravilhoso para nós.
      Com a minha sogra, nesta coisa doméstica, tinha que lá andar mais 100 anos a aprender. Sabes como é... acho que essa coisa do desdém vem com todas. Mas há que lhes dar o devido valor.
      Abraço D.

      Eliminar
  8. Vou ja experimentar!!!!
    Ainda ontem estraguei umas calças, t-shirt e babete, dos Pimpolhos, com lixívia! Tenho este feitiozinho de quer tirar as nódoas a todo o custo e depois fica sem nódoas e sem roupa!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lixivia está out. Se meto lixívia lá em casa a minha Manela dá-me cabo de tudo. Não sei trabalhar com lexívia. Não percebo nada dessas coisas da casa. Sou uma azelha-doméstica.
      Descubro coisas por sou azelha.
      É mais ou menos como as descobertas da medicina. Vou meter aspirina nas feridas e descubro que aquilo faz crescer os pêlos.

      Eliminar
  9. Cá em casa sempre se usou o sabão clarim para esse tipo de nódoas. O gel é melhor?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Gel é potentíssimo. Estou-te a dizer que tirou aquela porcaria do desodorizante que não saia com nada e cheguei a ter camisas dias e dias de molho com tudo e água a ferver e tudo.
      Nunca usei sabão para lavar roupa. Uso conforme está em promoção, ora Skip, ora Persil, ou Tide, mas sempre em liquido.
      Uso OMO para lavar à mão (já usei no cabelo, uma vez que me correu mal a tinta e fiquei verde - saiu) mas sabão não.

      Eliminar
    2. Os detergentes líquidos são bastante piores que os em pó.
      Eu sempre tirei as nódoas difíceis, desodorizante de camisas incluído, com sabão clarim. Esfregas o sítio da nódoa, deixas um bocado e lavas na máquina.
      É aborrecido porque exige pré-lavagem mas é tiro e queda. Vou experimentar esse gel.

      Eliminar
    3. E eu vou experimentar o sabão!

      Eliminar
  10. Ó meu Deus Uva, filha, que és um anjo na terra. Eu até tenho vergonha de estender as minhas toalhas e os meus panos de cozinha com medo que as vizinhas vejam. Já tentei de tudo e nada resulta , uma vergonha. Até já tinha pensado pegar na tesourora e cortar as nódoas e dizer que era a última moda em panos e toalhas, mas seriam mais os buracos que o tecido. Se isso é assim maravilhoso vou já experimentar. Obrigada Uva :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso é uma excelente ideia. Acaba-se logo o problema!!!!!!

      Eliminar
    2. Eu já deitei camisas do homem para o lixo por causa dessas manchas.

      Eliminar
  11. Sou uma nódoa em tantas coisas, mas domino a arte de panos de cozinha, toalhas, babetes e afins sem nódoas (de gordura, vinho, fruta, chocolate) O segredo dá pelo nome de perborato de sódio. Em água bem quente numa bacia, colocar as roupas dentro por 2 a 3 horas e depois meter na máquina lavagem normal. (Dizem que também pode colocar-se na máquina num programa quente, como sou forreta, opto pela bacia).

    Mas esse milagre para os sovacos das camisas vou aproveitar. Obrigada

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A cena dos sovacos das camisas foi na realidade o que mais me espantou. Tinha mesmo tudo estragado, já tentara de tudo, e aquilo miraculosamente derreteu o desodorizante e as camisas ficaram como novas!

      Eliminar
    2. Eu não me acredito!Ando a tirar um doutoramento nessa área!Qual faculdade privada,vou já comprar.A ver se ainda vou a tempo!OBRIGADA!
      O pior deve ser mesmo o cheiro do milagreiro....Acabaram-se as camisas de lado,toca a por tudo num "brinquinho".
      Beijinhos e já disse?OBRIGADA!

      Eliminar
    3. Tens de por o produto no sovaco da camisa, por dentro e por fora. Não precisa muito. Esfregas para aquilo absorver um bocado, tipo o tecido com tecido. Não deixes secar o produto e mete SÓ as camisas na máquina (não metas outra roupa por causa do cheiro) e põe a lavar no programa normal se quiseres a quente, 30º ou isso.
      Milagre. Vais ver.

      Eliminar
    4. SIM,sim eu percebi!
      Incrível!Tanto que enervei o "homem"!E,logo ele que é tão limpinho,sempre no banho.....e vai-se a ver (ler) e acontece a todos.
      Hoje quando chegar vai pensar que estamos ricos...com o cheiro.vai pensar que descobri uma mina de petróleo!
      Muito OBRIGADA!
      (não tenho blog,mas depois digo como correu)

      Eliminar
    5. Nas minhas camisas não tenho, uso um desodorizante Vasenol em creme e pouca quantidade, mas nas camisas dele, credo! aquilo é demais.

      Eliminar
  12. Uva, sempre ouvi dizer (mas isso sou eu, que já sou entradota) "com clarim toca a lavar" - era um slogan antigo, mas que me ficou.
    Boas ensaboadelas! :))

    ResponderEliminar
  13. Já agora que se está a teclar sobre coisas domésticas, pergunto: Que detergente e amaciador usam para a máquina da roupa? XPTO? Esqueçam.
    Sou super esquisita com detergentes, não é por nada, é só defeito meu. Não tenho algum pudor em usar marcas brancas, aliás quase tudo o que compro são marca branca mas, alguns detergentes não me conseguem convencer. Li há uns tempos sobre o Formil do LIDL, comprei e experimentei. É fantástico. Qual Persil, Ultra Pro, Skip... há para todo o tipo de roupa. Dizem que o pó é melhor mas não sei, não experimentei. Experimentem. Então se há putos.....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Formil do LIDL? O LIDL tem andado a seduzir-me cada vez mais. Compro lá uma carrada de coisas e boas!

      Eliminar
    2. Yap! Podes crer. Quando ouso trazer algo que não conheço fico sempre surpreendida, pela positiva, claro.

      Eliminar
  14. O que eu mais estou a gostar nestes comentários (e desculpa a intromissão UVA) é a cena dos sovacos ser tão comum nas roupas deles! Pensava que era exclusivo lá de casa por alguma razão particular,mas afinal não :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas este post era SOBRETUDO para vos ajudar com essa coisa das camisas. Eu achava que aquilo nunca mais saía e depois pensei que se o gel tirava as nódoas todas, dissolvendo a nódoa, então também dissolvia o desodorizante, mesmo que totalmente empastado! E na verdade tirou a 100% aquela massa que ficava tesa e amarela e que dava cabo das camisas todas ao rapaz!

      Eliminar
    2. Ahahahahahahahahahahahahahahaha, boa Uva!

      Eliminar
  15. Olá! Tb pensei q o meu marido era o único ser do universo a pôr as partes d cima da roupa.. Sobretudo as t-shirts, num estado lastimável!! Já experimentei despejar detergente líquido e esfregar à mão antes d lavar na máquina... Sem sucesso!! Fico com a dica.. DP dou feedback assim q faça a prova dos 9!! Obrigada!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Realmente também pensava que era só ele que estragava as camisas. Julgo que é por os homens suarem mais que as mulheres, porque têm o pêlos e aquilo roça ali no sovaco. Eu não tenho nada disso nas minhas camisas. Mas as dele estragam-se imenso.
      Aquilo tirou tudo. As camisas voltaram todas ao ativo. Houve uma que teve de levar tratamento duas vezes mas ficou ótima.

      Eliminar
  16. E onde comprou? Já fui ao PD e não tem...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Comprei no Continente. No PD não sei se há.

      Eliminar
  17. Comprei (no continente), procurava uma embalagem maior e aquilo é uma bisnaga de 100ml e usei. Em 4 camisas. Melhorou (bastante) até porque aquela pasta algo rija desapareceu. Mas o milagre que esperava, esse não ocorreu porque ainda ficou parcialmente amarelado. A ver se com 2ª dose a coisa vai de vez.

    E o cheiro é... Hummm bem desagradável (lavei 2 vezes).

    ResponderEliminar
  18. Vou "guardar esta no bolso", que ainda me pode dar jeito ;D Beijinhos Uva!

    ResponderEliminar