5 de outubro de 2015

Ainda aquilo das eleições

Viram o Jerónimo de Sousa levar a netinha para exercer o dever cívico atrás do biombo não viram?
Pois no subúrbio, na escola onde deposito a minha culpa, ia eu com o mesmo empenho ensinar à minha filha de 8 anos o dever cívico - para o acaso de ainda haver democracia quando ela perfizer os 18 anos - e qual não é o meu espanto quando oiço dizer ao senhor delegado da mesa: desculpe mas a criança não pode ir ao biombo! São regras!
A única regra que eu te impunha, seu ignorante, era ser a última vez que ias aí mamar os 80 euros que te pagam para tomar conta das crianças dos eleitores.
E ainda te digo, se soubesses o que fazem os eleitores ADULTOS atrás dos biombos, olha, só lá deixavas votar as crianças.

40 comentários:

  1. Bates-me mto se eu disser q concordo?? Atenção, mas a ser, é igual p todos. Se tu n podes, ele tb nao.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bato-te imenso. Com bastante força que eu agora é só músculos e visto o 36.

      Eu não percebo porquê, sou sincera. Então é a descarada que dizem em quem votam, se for preciso vão com a bandeira do partido votar, metem fotos dos boletins de voto no FB e depois a minha filha de 8 anos não me pode acompanhar atrás do biombo? Why not? A miúda deve ver para aprender como se faz. Foi assim que aprendi. Ia sempre com os meus pais, e até entrava com os dois.

      Eliminar
    2. Vá calma. As fotos do boletins é parva, mas n é passível de se controlar.
      N estou a dizer q me incomode q a tua pequena vá ctg, mas tb n acho mal q n seja permitido. Nem é tanto pelo sigilo, mas é algo q n é suposto fazeres acompanhado.

      Eliminar
    3. Eu se fosse assim este ano não votava pois não tinha ninguém com quem deixar o miúdo.
      Essa dúvida assolou-me no dia anterior mas cheguei lá com ele (6 anos) e estava a pensar deixá-lo do lado de fora do biombo caso não me pudesse ver a votar... mas perguntei se havia problema e disseram que não.

      Eu não sou contra, sou bem a favor. Acho que eles ganham mais conhecimento e sentido de causa ao saber e ver a fazer do que somente de ouvir falar que foi dia de votações.
      No entanto, o meu foi a primeira vez que veio comigo.

      (E que raio de democracia é esta onde uns podem e outros não?!)

      Eliminar
    4. O problema é mesmo esse. Se a ML não pode então a netinha do JS também não.
      Sou a favor que se levem as crianças. Devem aprender a importância de votar, ter noção que há vários partidos, e como se escolhe o nosso e porquê. Assim é que não.

      Eliminar
  2. Por aqui ninguém implicou com a miúda, nem lá onde o pai vota implicaram com o miúdo. Foram os dois e não é a primeira vez, nunca me disseram que ela não podia ir comigo. De qualquer forma, da forma como estava posicionado o biombo (de costas para a mesa) só não viu em quem votei, quem não quis olhar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Daqui a 4 anos levas-me a miúda, ok?

      Eliminar
    2. Combinado, até a deixo fazer a cruzinha!

      Eliminar
  3. O Jr. de 5 anos bem teve de ficar junto da mesa de voto enquanto o pai foi pôr a cruz..

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Coitadinho. Devia estar super curioso. É só parvo, mais nada. Eu acompanhei sempre os meus pais.

      Eliminar
  4. Votas no mesmo sitio que eu suponho... o meu mais velho também ia todo lançado e fizeram o mesmo.
    Por um lado entendo, o voto é nosso supostamente secreto... por outro acho uma tontaria mas enfim!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma parvoíce Ana. Talvez tenham dito o mesmo às grávidas, sei lá.

      Eliminar
  5. Ninguém pode estar acompanhado no momento do voto.
    E a lei é para todos.
    Excepções ... porquê?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Porque Portugal é um país do faz-de-conta.

      Eliminar
  6. Não faz muito sentido que uma criança de oito anos não possa acompanhar a mãe ou o pai ao biombo. As regras deviam ser ajustadas à razão da sua existência. A regra de que ninguém pode estar acompanhado no momento do voto existe para evitar que uma pessoa possa influenciar a outra no momento da votação, ou mesmo, no limite, obrigar a outra a votar num determinado partido alterando-lhe o sentido de voto, e isto sim, compreende-se, é também por isso que o voto é secreto. Ora não me parece que uma criança de oito anos esteja em condições de influenciar ou obrigar os pais a seja o que for nesta matéria...
    Olá Uva, Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não faz sentido absolutamente nenhum. O motivo da não permissão, como tu bem explicaste, não é beliscado em nada pela presença de uns olhinhos curiosos acompanhando o progenitor.
      Mas enfim, como não sou deputada nem ministra tenho de aguentar o drama.

      Eliminar
  7. Uva, levei os três comigo, todos agarradinhos às minhas pernas, e elas viram bem como se faz. Expliquei que é secreto, mas há fortes possibilidades de na escola todos saberem onde votei...:DD
    Realmente, ou é para todos, ou para nenhum.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tu não moras no subúrbio... tu és uma citadina metropolitana. Tu és especial. A ti os dióspiros não engordam!

      Sem dúvida, ou é para todos ou não é para ninguém!

      Eliminar
  8. Olá Uva,
    Só se forem regras novas, pois levei sempre a minha filha comigo, e nunca fui impedida. O Sr. Agente deve ter andado a ler numa cartilha esquisita.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Regras só para alguns porque o JS levou a netinha (até podia ter levado a família inteira para trás do biombo) e ninguém lhe disse um ai.
      Não é a cartilha que é esquisita, as pessoas é que não podem sentir que tem algum poder, mesmo que seja de delegado de mesa de eleições, que abusam logo do poder e armam-se em parolas.

      Eliminar
  9. Já eu levei MaiNovo ao seu primeiro voto, foi giro, mas fiquei à porta a ver, não faço ideia em quem votou mas fiquei bastante curiosa :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já temos mais um eleitor! Eles crescem bem rápido os nosso pestinhas!

      Eliminar
  10. Onde votei,estava uma senhora com a neta(13,14anos), e um dos elementos da mesa disse que a neta não podia acompanhar!! A senhora aceitou e disse que o genro já a tinha levado noutras eleições, e o delegado da mesa respondeu que mais pequenos deixam ir!! Fiquei com a ideia que só mesmo pequeninos!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A ML tem 8 aninhos. Se ter 8 aninhos não é ser pequenina então não sei o que será. Para mim não tem lógica absolutamente nenhuma. Zero!

      Eliminar
  11. O meu filho de 7 anos, é já a 2ª vez que vai comigo. Ai de quem o impedisse de ali estar comigo.
    Era o que mais faltava.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fui apanhada de surpresa sabes.
      Fiquei sem reacção e estava tremendamente cansada. Tinha acabado de fazer 30km de BTT no meio dos montes, pelo que acatei a ordem do homem, votei, agarrei na gaiata e fui-me dali, a espumar.

      Eliminar
  12. Olá! O senhor agente cumpriu o que está no regulamento, de facto.Por vezes não acontece com as figuras públicas o que está mal, deveria ser cumprido de igual maneira. Depois, ninguém ganha 80€ são 50€ e eu até acho que não se devia ganhar nenhum para garantir que quem lá está está apenas para cumprir um dever cívico. Infelizmente, nesse aspecto aquilo é uma rambóia. Os partidos (à excepção de um) metem lá os amigos para irem ganhar uns cobres e essa gente nem a merda do regulamento lê. Não sabem o que lá estão a fazer, não sabem preencher uma acta, não têm noção da importância destas funções. É o que temos e o que temos traduz-se nos resultados.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Em boa verdade, é omisso.. por um lado o regulamento diz que não se pode votar na presença de outra pessoa..no entanto essa pessoa será um eleitor, o que no caso de uma criança até 18 anos , não acontece..

      Eliminar
    2. Muito bem argumentado.
      Fiquei em nervos mas contive-me. Disseram que era 80,00€ este ano, não faço ideia se é ou não, mas o ano passado foram 50,00€, sim.

      Eliminar
    3. Este ano foram 80€ sim. Fonte fidedigna.

      Eliminar
    4. Oh minha senhora eu estive nas mesas..quer que lhe mostre o cheque? Nem nunca foram 80€, o máximo foi 76€...mania do boato

      Eliminar
  13. Onde votei o G pode ir comigo.
    Ninguém se opôs. Também vivo no subúrbio. Voto é na freguesia "abaixo" da tua :)
    Kiss.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha que estás enganada.
      Em 2016 substituímos a múmia.

      Eliminar
    2. Right.
      Ainda estou atordoada que até me baralho nos anos.
      Podes ir votar à minha que eu deixo :)

      Eliminar
  14. A MC sempre foi comigo.
    Olha, não serviu de muito: ainda ontem tive uma discussão com a teen, porque explicava-lhe que este ano - sendo eu membro da Associação de Pais - queria trabalhar com outro género de Associação de Estudantes. Não pedia muito: alguém que, pelo menos, aparecesse nas reuniões quando convocado. Sabes o que me respondeu? Era o que me faltava: estar meia-hora em pé para votar.

    Olha desceu-me uma «pomba gira» que tu nem imaginas. Nem sei como não lhe bati de tão cega que fiquei. Eu que estive no Domingo mais de 40 minutos, para votar; estive em pé, já que ninguém teve a delicadeza de ligar-me a dizer que aquilo estava naquele estado e levar uma cadeira {com 43% de abstenção. imagina se tinham ido todos, ainda lá estava com toda a certeza} e bai de que o raio da miúda me dá aquela resposta. Olha estou a ponderar entregá-la à CPCJ.
    Que tenhas mais sorte com a tua :-) em janeiro posso levar a ML comigo :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os miúdos depois crescem. É o que eu te digo.
      Ela está qual esponja a absorver todos os ensinamentos que lhe passas. Acredita.
      Tem personalidade forte. Que querias? Uma alforreca?

      Levas? Assim aproveitava para umas pedaladas pelo .... sitio onde moras. E que saudades, credo!
      E tuas, credo!

      Eliminar
    2. Quem gosta de pedalar diz que Leça da Palmeira é do melhor :-)
      Claro que levo... :-)

      Eliminar
  15. Os membros das mesas de voto ganham efectivamente 50€. A mesa é constituída por um presidente, vice-presidente, secretário e dois escrutinados. Os delegados são indigitados pelos partidos ou coligações, não fazem parte da mesa e não recebem nada, mas podem chamar atenção da mesa, se algo não estiver a decorrer dentro da legalidade. Quanto aquilo que a Dieta Facebook referiu de os membros da mesa estarem lá de borla, pode dirigir-se à Junta de Freguesia da sua área de residência e dar-se como voluntária, ressalvando que prescinde do pagamento.

    ResponderEliminar