16 de dezembro de 2015

Então Uva, novidades?



No salto para a Liberdade.

Quando regressarmos à margem, vestirmos as roupas enxutas, e alisarmos os cabelos, diremos que fizemos um mergulho daqueles à antiga, daqueles de cortar a respiração por muitos e longos dias (de incertezas, de surpresas, de dúvidas, de trabalho e de orgulho), e nesse momento, ela, ainda criança, olhando pela nova janela os rapazes do futuro, ele, compenetrado, fazendo os últimos furos para pendurar as toalhas do bidé, e eu, ahh eu, sentada na minha mesa inundada de luz, olhando para uma janela muito luminosa com lindos cortinados de linho branco, escreverei aquilo que durante tantos dias não consegui escrever, darei uma cara nova a esta Uva Passa velhinha, gasta e aborrecida, e encetarei com todos vocês aquela que será a mais corajosa etapa da minha vida.
Há coisas na vida que passam.
Mas aqui a Uva...
Fica!

10 comentários:

  1. Respostas
    1. Olá miúda! Tenho andada inundada de afazeres, mas está quase a acabar.

      Eliminar
  2. Respostas
    1. A Uva Passa é mais chata que a potassa.
      Olha rimei.
      Olá miúda!

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Olá Maria Vassourinha. Que grandes saudades tenho tuas.

      Eliminar
  4. Respostas
    1. A Uva fica porque a Uva é uma agarrada do pior. Isto das letras é muito tóxico.

      Eliminar
  5. Uva Fica
    Fica em vez de Passa
    se passar não vai ficar
    se ficar não vai passar

    Fique Passa
    (Está-se a rir?
    Qual é a graça?)

    ResponderEliminar