17 de novembro de 2014

Se me cortarem os impulsos...

Corto os pulsos.


14 comentários:

  1. Gostei. Verdadeiramente. E fiquei sem palavras só de (de)gustar. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá! Bom dia e bem vinda.
      Isto de nos cortarem os impulsos tem muito que se lhe diga.

      Eliminar
    2. Oh, se tem! Vá de retro os 'mãos-de-tesoura', que eu quero os meus impulsos. Caso contrário, ponho os pulsos a falar. Vá, os dedos.

      (Tenho andado atenta. Posso demorar na resposta, mas a Uva Passa não me passa despercebida. :) Obrigada. )

      Eliminar
    3. Olá olá. Tem vindo espreitar? Oras que boa notícia!!
      Um grande abraço.

      Eliminar
  2. Eu gostava era mesmo de saber porque raio não respondes tu aos emails que o people te manda. Isso é que era.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O people manda-me e-mails?
      Ó diacho... Vou já ver isso.

      Eliminar
  3. Se te cortarem o impulso.
    Não te restringem a liberdade
    Seguras as rédeas com pulso
    E impões a tua vontade

    ResponderEliminar
  4. Respostas
    1. Olá! Obrigada Mirone. Cá vamos, não é assim, com a cabeça entre os ombros. ;)

      Eliminar
  5. que a força esteja contigo, que é como quem diz, que o impulso nunca te falte. raio de palavra que tem mais significações que eu sei lá!!! e ontem, hein? aquele escrito, precisou de impulso? e a criação do blog foi de origem "impulso" ?pergunta que não necessita resposta. está lá. eu li-a. parabéns, está aqui um belo trabalho! boa semana Uva.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigadinhos pázinha. Aquilo demorou um ano para escrever. Ainda me dói o rabo...

      Eliminar