18 de fevereiro de 2015

Para lá de tudo

Dava Newman, apareceu-me ontem no ecrã do Canal 2, quando me preparava para ler as últimas páginas da Pastoral Americana do Philip Roth, que se alapou à mesa de cabeceira vai para mais de 2 meses, com o prognóstico final (pelos vistos) bastante reservado.
Dava assumirá em breve a presidência da NASA. 
Dava, dois palmos de gente e pouco mais de 50 quilos, assumirá dentro de meses a presidência da NASA...
Uau!
O que os neurónios podem fazer por uma pessoa, aliás, o que os neurónios podem fazer por toda a humanidade.
Sentada na beirinha da minha cama, com o livro por abrir pousado no colo, fiquei pasmada no vazio.
Há pessoas extrordinárias...
Aflorou-me novamente à cabeça a imagem do universo infinito e larguei-me. Com os olhos da mente percorri o caminho para lá da atmosfera, olhei para trás para ver o imenso planeta azul, brilhante, espreitei um pouco mais além para ver um ou outro planeta, e vaguei por ali mais dois ou três segundos, no escuro-profundo, pontilhado de luzes minúsculas que não sei quem acendeu, e de súbito, como acontece sempre, retesei-me na cama, encostei os braços ao tronco, certificando-me que voltava a mim, e voltei ao meu quarto, à beirinha da minha cama, agarrada ao cordão umbilical que me impede de ficar perdida.
Não consigo ficar muito tempo lá fora.
É uma incapacidade que aprendi a reconhecer cedo na minha vida. Não consigo explicar isto. É mar que não consigo navegar.
Dava Newman não tem problemas destes, não se confina.
Não deixa por ler as últimas páginas do livro do espaço. Trabalha incessantemente e infinitamente para descobrir uma forma de nos movimentarmos melhor em Marte. Trabalha nos novos fatos que permitirão aos astronautas um total enfoque na missão, libertos física e mentalmente dos antigos e pesados fatos de 130kg.
É um grande projeto este que Dava prossegue.

Presume-se que em 2030, humanos entrem na órbita de Marte envergando fatos criados por Dava e pela sua equipa (onde portugueses dão cartas) e retornem 4 anos depois em segurança à Terra.
E eu espero muito estar por aqui para ver isso acontecer.
Não há maior mal que a ignorância.
Bem haja a todos os que vencem o (nosso) medo.

Mais sobre Dava, a sua equipa e os projetos aqui!

6 comentários:

  1. Viagens a Marte e só Universo?? Sou especialista :) precisas de alguma coisita de lá ? Diz que eu trago :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não tens medo daquilo????? Credo.
      Give me the creeps...

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Ai sim? Mas ainda usas aqueles fatos de 130kg.
      Alegra-te que a Dava está a tratar do assunto!!!

      Eliminar
  3. Muito mais interessante que os fatos, é este projecto: "Locomotion Modeling and Orthoses" (http://web.mit.edu/aeroastro/www/people/dnewman/bio.html); isto sim, é que é uma maravilha, se não um milagre! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ela é extraordinária.
      Uma mulher Uau!
      Os fatos pressurizados são o futuro da locomoção, para quem não consegue andar, e não só para ambientes de gravidade 0.
      Aliás, o fato dela está a ser preparado para uma expedição a Marte que vai durar 4 anos, e que como toda a gente sabe debilita e muito os ossos e os músculos.
      É uma das mulheres que mais admiro.
      Estou super curiosa para ver o desenvolvimento disto e os benefícios que nos trará a todos.

      (obrigada pelo contributo)

      Eliminar