28 de maio de 2015

Então não é que as redes sociais pegaram fogo outra vez?


Parece que alguém (muito mau) foi ali meter umas brasas no montinho e olha, pegou fogo!
















P.S:
Este post é um post irónico.
Seria uma enorme injuria se alguém pensasse que a Uva gosta de ver o rabo do Gustavo a arder.

26 comentários:

  1. O que me preocupa é como que é que Uva Passa chegou a esta imagem! Não me digas que é seguidora do Gustavinho-tontinho?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sou seguidora e fã!!!!
      Essa agora.
      Olha lá para aquele corpaço! Hum? Achas que não alimentava ali três ou quatro alforrecas?

      Eliminar
    2. E aquelas perninhas de alicate? C'horror!

      Eliminar
    3. Um alicate faz sempre falta. Ainda agora para abrir uma lata de atum, precisei, e não tinha....

      Eliminar
  2. O tipo de gajo que só serve para uma coisa...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hum... Não sei... Parece do género de não conseguir estar calado. Acho que nem isso...

      Eliminar
    2. Tem carinho por ele próprio, adora-se, sofre do complexo de Narciso, e isso é de valor.
      'Se eu não gostar de mim, quem gostará?'
      Tadinho, até é fofinho.

      Eliminar
  3. Eu não consigo compreender como é que esta gente consegue escrever livros. Eu, "estrabucho" por tudo quanto é sitio para conseguir escrever a minha tese. E, quando vou dar a minha voltinha pela Bertrand (Não, não é pub...), olho para um lado e para o outro, assim mesmo logo á frente dos nossos olhos, gente com livros editados e, penso, com os meus botões claro, como é possível.... O que tem esta gente de tão intenso para transmitir? O que andamos nós a perder? O que andam a fazer com as nossas letras? O que é que esta gente quer? Editoras?????

    ResponderEliminar
  4. Passei anos, ainda passo, horas agarrada a livros e, ainda não escrevi nenhum. Aparecem uns badamecos e "pumba". Caraças.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deves ter q gesticular mto e dizeres q acima de tudo temos de gostar de nós. E acreditar, isso também...depois é sp sobre rodas :)

      Eliminar
    2. Dizem q sim :) mas vê os vídeos dele p te inspirares (se sobreviveres, depois ficas logo mto mais sábia :))

      Eliminar
  5. Eu acho que ele tem piorado, com os anos...mas vai melhorando o corpo, pronto!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sou grande fã de 'corpos', sou muito sincera. Sim, tem ali uns músculos, mas não o acho atrativo.
      Da imagem toda, preferia o montinho para fazer uma fogueira.

      Eliminar
  6. Ando sempre com um isqueiro na mala... e mais não digo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pensava que era uma fogueira, oops! Não era para dizer!!

      Eliminar
  7. Não foi esse colega que disse algo como se eu estou ali e tu estás aqui (mão mais baixa) levas e mereces, por não teres auto estima. Dr. Phil à portuguesa com psicochacha à queima roupa. É fascinante. Deve divertir-se imenso consigo próprio.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu gosto de o ver no Querido. Fica tão querido a fazer caretas.

      Eliminar
  8. Não sei do que falas, só vejo ali uma praia com óptimo aspecto :p

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Falo de um monte de coisE que dá para deitar fogo. Os dias andam frios.

      Eliminar
  9. Tem um corpinho jeitoso, mas não o acompanho portanto desconheço o percurso do senhor. Rsssss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deixa para lá. O 'senhor' anda a tentar fazer uma seita com ele próprio. Não tarda temos um suicídio coletivo dele e dos egos dele.

      Eliminar
  10. Esse senhor faz um verdadeiro serviço público, já me ri a bom rir a ver um vídeo dele e rir a bom rir, não é coisa para menosprezar. Aquele gesticular, é dos gesticulares mais fascinantes ao cimo da terra, de certeza não há outro igual. Não merece que lhe peguem fogo, já outros...esse não faz mal a ninguém e ainda faz rir, é deixá-lo.
    Abraço, Uvinha!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gosto muito do Gustava, gustava que ele gustasse um bocadinho menos dele.

      Eliminar