17 de outubro de 2015

The biker

Hoje não estarei por aqui.
Este post foi escrito ontem (olha eu aqui a falar no ontem como se não fosse hoje que estivesse a programar o post de amanhã) para saberem exatamente onde anda a vossa Uva do coração.
Estarei em Santarém para a 12ª edição do Festival Bike Portugal, que é apenas e só o maior evento do país dedicado à bicicleta e a todos os que se encontram, de alguma maneira, ligados a este sector.
Eu estou ligada ao setor.
Pelo coração.
Não sei o que irá suceder no futuro, se o BTT não será só mais uma das minhas paixões adolescentes, inconsequentes, que me farão arrepender a-m-a-r-g-a-m-e-n-t-e cada tusto que já gastei com a modalidade, comprando tudo o que me aparece à frente para não me esbardalhar toda das costas, dos joelhos, da cabeça.
Até agora corre tudo bem.
A ch(uva) tem ajudado bastante, o fim de semana passado não consegui sair de casa, este fim de semana tenho o evento e no mesmo dia um jantar de turma de faculdade; domingo há que fazer as visitas familiares da praxe e enfim, estou desolé, mas estou confiante!

Como não podia deixar de ser, também os artistas são apanhados pela febre das bicicletas e a Stefanie Rocknak não foi diferente.
Mais uma vez a arte para me curar tudo.
Belíssima.










Já ganhou!!! É o camisola amarela.
Um dia conto-vos a história do camisola amarela.
Hoje não é o dia.

5 comentários:

  1. Adorei o trabalho da Stefanie Rocknak. Aliás, tenho gostado imenso os trabalhos artísticos que tens apresentado no blog. Good work.
    Espero que o BTT continue a correr bem!

    ResponderEliminar
  2. Que escultura espectacular :)
    Vou ao Festinike todos os enos e este não foi excepção. Andei por lá o dia todo e não te encontrei, mas também com tanta gente como é que eu ia encontrar uma Uva? :D:D:D bjs

    ResponderEliminar
  3. A escultura está fenomenal...
    Olha, parece que andámos lá todas no mesmo dia e ninguém encontrou ninguém... :P
    Bjs.

    ResponderEliminar
  4. Fantástica! A escultura e a tua participação entusiasmada nesse mundo das bikes. :)
    Esperamos mais histórias, com ou sem camisola amarela.

    Beijos, Uvinha mailinda. :)

    ResponderEliminar