3 de novembro de 2015

As coisas que a Uva descobre Inusitadamente

Ora bolas!
Só o descobri na sexta feira passada quando andava com as antenas no ar à procura de um livro para oferecer a uma amiguinha da ML.
E digo ora bolas porque hoje é terça feira e a miúda leu as últimas páginas ontem à noite, ou seja, devorou o livro em 4 dias.
Não calhou, mas com a 1ª edição de 2009 já o devia ter visto antes e assim escusava de lhe ter comprado o último volume (10º) quando há mais 9 para ler, ainda por cima esgotados na Buchholz.
Segundo a Wook esta coleção infantojuvenil é a mais vendida em Portugal, e a faixa etária é para miúdos a partir dos 9 anos.
Assim que abri o livro gostei logo dos textos iniciais e do formato com imagens. Às vezes não é fácil escolher os livros certos para dar aos filhos depois daquela fase dos livros fininhos, muito infantis, cheios de mentirinhas 'inocentes'.
A ML cresceu de repente e queria comprar-lhe uma coisa mais 'adulta', mas sem ser maçadora, para não dar aso a abandonos precoces.
Mas estou muito contente, acho que fiz um bom trabalho e o meu esforço foi compensado. Todas as histórias que lhe contei em pequena aguçaram-lhe o interesse para a leitura e pelo que vejo será uma leitora mais voraz do eu, que comecei tardiamente nos livros a sério.
Para quem não conhece o livro, o autor tem um blog que é este e que vale a pena visitar.

Entretanto, em letras miudinhas, conto-vos que já lhe comprei a triologia da Neblina do Carlos Ruiz Zafón (“As Luzes de Setembro”, “O Palácio da Meia Noite” e “Marina”) mas talvez seja melhor deixá-la crescer... quê? mais dois anos?

14 comentários:

  1. A minha M. grande é completamente fã. Já li a trilogia e adoro o Carlos Ruiz Záfon, desde o primeiroque li, ainda a M grande não era nascida.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Triologia é uma tentativa juvenil do autor, mas acho-a demasiado adulta para ser lida por miúdo antes dos 13. Adoro o autor. Tenho todos os livros dele.

      Eliminar
  2. O Continente ao pé de ti costuma ter em promoção :)
    Quase todas as semanas.
    U welcome ;)

    ResponderEliminar
  3. Se eu te disser que, cá em casa, quem compra o Banana sou eu...
    Nem de propósito, hoje foi publicado mais um.
    (Andei na FNAC no sábado, a chatear meio mundo por terem a publicidade na montra e o livro por publicar, por isso é que sei.)
    (Tenho todos. Óbvio.)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tu és tão engraçada miúda! Lembro-me muitas vezes de ti se queres saber.

      Eliminar
  4. O meu ainda é pequeno para esses, mas adora ouvir histórias e com 6 anos já consegue ler bastante bem, coisa que adora fazer.

    Há 2 anos comprei para ele aquele que é o primeiro livro que me lembro de ler assim mais a sério, está lá guardado para quando ele o conseguir ler.... O meu Pé de Laranja Lima

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O meu Pé de Laranja Lima foi o primeiro livro que a minha ma~e me ofereceu. É lindo, é imortal, é intemporal. Toda a gente o devia ler. Eu choro com aquilo.
      O gosto pela leitura é cultivado assim. Ler histórias à noite, inventar coisa no meio, pedir para eles lerem para nós. Consegui isso e estou contente.
      A ML tem imenso livros e adora-os.

      Eliminar
  5. Acho q são giros. Os sobrinhos do gajo cá de casa adoram (o mais velho agora ja n, mas lia imenso qd era mais novo)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, acho que sim. Eu cá não sabia da existência deles até sexta feira. Mas também a ML tem só 8 anos e em 2009 quando apareceram ainda não sabia ler.

      Eliminar