26 de fevereiro de 2016

Outra vez


Os livros são livros, 
São tristes martírios,
Que as saudades dão.

Apanhada de copo na mão (outra vez), enfiada numa livraria de Lisboa (outra vez), para depois ir chorar que nem uma Madalena perdida (outra vez), a ver o filme 'O Filho de Saul' do realizador húngaro Lazslo Nemez, que estreou ontem no Cinema Ideal.

11 comentários:

  1. Respostas
    1. Ao nível da programação para mim é o melhor. O resto é só industria. Not for me...

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Vai ver este: Zootrópolis

      http://www.cinemacity.pt/movie/zootropolis-vp/

      http://cinecartaz.publico.pt/Cinema/54418_uci-cinemas-el-corte-ingles

      Eliminar
  3. Um local onde me perco... uma livraria :))

    Um beijo

    ResponderEliminar
  4. Isto era só para mostrar à Palmier o que é um cabelo como deve ser não era?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hahahahahahahahahahahahahahahah
      Uma cabelo como deve ser!!!!!!!!!!!!! Hahahahahahahahahahaha
      Três cabelos no alto da pinha e é isso que dizes como deve ser? A Palmier é a rainha do cabelame ao pé de mim.

      Eliminar
  5. embriagada de parágrafos, Uva? É assim que me (te) vejo em qualquer livraria.
    bom fim de semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este era Alentejano Mia. Uma pinga do melhor.

      Eliminar
  6. Pouca sorte a tua
    que pagas bilhete para chorar

    Eu tenho mais sorte
    comovo-me à borla

    ResponderEliminar