15 de setembro de 2014

O que aprendo em lendo comentários sobre Isabel Jonet.

"desculpe ,minha cara, vou ser curta e groça pra mim pobresa, não é estár sujo nem pedir em semáfres pobresa pode significar, não conseguir subreviver no momento dádo as circonstãncias, como o caso que aqui referi, sei de casos que foram a casa das pessoas e até o guardagfáto lhes abriram,e fiseram refrencia a ropas de marca entao~ como perco o trabalho deito fóra tudo o que tanho não tomo banho pra ser miseravel ,e digo mais ainda até uma simples sapateira fez confusão ás ditas sr. será que temos que agarrar num martelo e partir tudo o que está em casa pra não passarmos fome!!!!!!!! á coisas que não consigo entender , mas sei que o estomago dos pobres é igual ao dos senhores da nação em especial ao que vive em belém imacoladamente inérte!!!"
(In: Publico online)

Em que semáfres andará ela a bater com a cabeça?

13 comentários:

  1. Agora imagina que a senhora tinha escrito tudo muito certinho, sem erros? Achas que alguma vez teria o destaque que teve aqui? Se calhar é estratégia! :DDD

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem mais. Estes comentários não devem ficar no 'guardagfáto'.
      É muita pérola para ficar escondida.
      E agora: rezemos.

      Eliminar
  2. Olha que eu até achei o comentário muito pertinente. Repara ultimo parágrafo, estratégia pura e dura, estou com a Mirone.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fiquei 'imacoladamente inérte' quando percebi isso. Não tinha dado conta no meio do chorrilho.

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Deixa lá. Eu hoje também estou assim. Avariada.

      Eliminar
  4. "será que temos que agarrar num martelo e partir tudo o que está em casa"; tenho a dizer que isso é estúpido. mais vale vender no OLX antes de virem fazer a vistoria. é preciso ensinar tudo, apre!

    ResponderEliminar
  5. Eu cá acho é que a senhora se ao invés de ter uma "curta e groça", tivesse uma mais "cumprida e fininha" não se safava tão bem... EHEH

    ResponderEliminar